4 maneiras de oferecer mais experiências culturais aos turistas

3 minutos para ler

Viajar é mais do que relaxar e descansar. É, principalmente, colecionar histórias, momentos e memórias. Nesse sentido, o turismo cultural vem se mostrando como uma excelente alternativa para quem busca passeios únicos. Afinal, as experiências culturais nos permitem conhecer novas pessoas, costumes e estilos de vida.

Além de oferecer pacotes de viagens diferenciados, esse tipo de turismo representa uma oportunidade para que agências e profissionais do setor possam explorar uma nova forma de negócio. Mas, para isso, é necessário avaliar cada destino, as suas peculiaridades e desenvolver passeios que sejam atrativos.

Quer saber mais sobre como explorar o turismo cultural e oferecer experiências únicas para seus clientes? Então, não deixe de ler os próximos parágrafos!

1. Datas típicas

Muitos turistas estão em busca de agitação e festas. Afinal, é comum encontrarmos pessoas que desejam passear e conhecer o local visitado, mas não abrem mão de aproveitar uma boa badalação. Dessa forma, para farrear um pouco e, ainda, imergir na cultura local, nada melhor do que aproveitar as datas típicas.

Em um país tão diverso como o Brasil, é possível encontrar cidades e localidades que contam com interessantes comemorações. Festas juninas, celebrações religiosas, festivais de inverno, festivais de verão, festas da colheita, cavalgada, cavalhada… são inúmeras opções para se explorar.

2. Festas locais

Não são apenas as datas típicas que são bons atrativos turísticos. Existem diversas outras festas que podem ser trabalhadas como forma de atrair o turista e potencializar a economia de cidades e localidades. Exemplos disso são os festivais culturais, como os de música e teatro, que mobilizam amantes da cultura de todos os lugares.

Essas festas se destacam por promoverem intercâmbios culturais ao misturarem atrações de maior renome — o que também se mostra como um grande atrativo de divulgação — com manifestações típicas de cada região, aumentando a imersão e experiência dos turistas durante os festejos.

3. Artesanato

O artesanato, como produto turístico, pode ser trabalhado de diferentes formas. A primeira é como atividade comercial, ao disponibilizar souvenires e elementos que remetam à história, cultura e hábitos locais. Inclusive, centros especializados nesses produtos são excelentes opções para passear e comprar lembranças da viagem.

Além disso, o artesanato também pode ser uma ferramenta para ensinar as pessoas em cursos e oficinas, gerando uma nova experiência para o turista. Com isso, explora-se todo o potencial que essa prática pode oferecer.

4. História

Memória e história são atrativos turísticos até nos roteiros mais convencionais. Afinal, construções históricas, museus e locais com acontecimentos simbólicos, por exemplo, atraem as pessoas e mexem com o seu imaginário. Porém, é possível tornar esses roteiros ainda mais interessantes.

Misturar história com atividades culturais (como shows, exposições, teatro e dança) dá ainda mais valor ao destino e oferece uma experiência única para quem consome esse tipo de produto.

Como vimos, há diferentes maneiras de promover o turismo cultural, de forma a permitir que os turistas possam conhecer e imergir em verdadeiras experiências culturais. Com isso, eles experimentam viagens únicas e têm a oportunidade de entrar em contato com costumes e modelos de vidas diferentes daqueles com que estão acostumados.

Gostou deste artigo? Então, não deixe de ler um texto completo sobre turismo receptivo em datas comemorativas.

Posts relacionados

Deixe uma resposta