Veja como usar gatilhos mentais para melhorar o marketing turístico

4 minutos para ler

Os gatilhos mentais são uma forma importante de otimizar a comunicação e a divulgação da sua empresa. Da promoção na vitrine de uma loja ao lançamento de uma nova geração de celulares, os apelos para despertar o interesse do consumidor podem ser observados em diversas situações do nosso dia a dia.

Por exemplo, já parou para pensar por que sentimos necessidade de comprar um celular ou outro produto novo quando já possuímos um que funciona perfeitamente? É exatamente a sensação de novidade que cria um desejo de consumo e leva as pessoas a comprarem.

Neste texto, você vai entender um pouco mais sobre gatilhos mentais, para que eles servem e como aplicá-los na sua agência de turismo. Acompanhe!

O que são gatilhos mentais

Como o nome indica, os gatilhos mentais são estímulos que buscam despertar uma ação em quem recebe a mensagem. Muito aplicada pelos setores de vendas e marketing, essa técnica ajuda a direcionar o público para a compra de um produto ou o consumo de um serviço. Muitas vezes, esses gatilhos passam despercebidos ao evocar alegria, motivação e sensações positivas para criar uma necessidade no consumidor

5 aplicações de gatilhos mentais no marketing turístico

É possível aplicar os gatilhos mentais de diferentes maneiras, como ao criar um senso de urgência, invocar autoridade ou passar a ideia de escassez. Confira a seguir alguns exemplos de como potencializar a tomada de decisão dos consumidores no turismo receptivo.

Senso de urgência

Sabe aquela sensação de que, se você não comprar durante a Black Friday, vai perder os melhores preços? O gatilho de urgência faz você pensar que é preciso consumir um determinado produto ou serviço antes que o tempo se esgote.

Uma boa forma de fazer isso é com promoções de tempo limitado. Ao oferecer um desconto apenas por um período específico, você cria uma sensação de brevidade e incentiva que a pessoa tome logo uma decisão, ou corre o risco de perder aquela oferta incrível.

Escassez

Outra possibilidade é apelar para a sensação de escassez. Edições limitadas de produtos, por exemplo, são uma estratégia utilizada por muitas empresas para que as pessoas sintam que aquele item é mais difícil de conseguir.

No inconsciente coletivo, quanto mais rara for alguma coisa, mais valiosa ela se torna. Assim, pode ser interessante criar passeios e roteiros exclusivos para despertar a ideia de escassez no público.

Contudo, nada de enganar o consumidor. É preciso realmente oferecer um serviço ou produto limitado. Uma forma mais simples de fazer isso, por exemplo, é oferecer um Guia Online com dicas da região que sua agência atende em troca do fornecimento de informações.

Novidade

Também é válido divulgar as novidades da sua agência para despertar a atenção e o interesse do público. Vai começar um novo roteiro ou implantou alguma outra mudança na sua empresa? Deixe isso em evidência nas redes sociais. Divulgue as novidades para gerar encantamento nas pessoas.

Autoridade

As pessoas costumam confiar em empresas que se destacam e são líderes nos seus segmentos. Dessa forma, uma estratégia interessante para sua agência é se mostrar como autoridade no setor de turismo receptivo. Invista em inovação e em ser o melhor na sua área para que os seus clientes acreditem que a sua solução é a mais indicada.

Prova social

Não adianta negar: como seres sociais, nós somos influenciados pela opinião das pessoas ao nosso redor. Por exemplo, todo mundo começa a comentar sobre um filme ou uma série que você não viu e, às vezes, nem tinha vontade de ver, mas como tanta gente está falando, você passa a querer assistir. Esse é o gatilho de prova social em ação.

Nesse sentido, vale investir no marketing de indicação e também divulgar números para que as pessoas saibam quantos indivíduos já utilizaram o seu serviço, baixaram o seu e-book etc.

Além de utilizar técnicas de marketing, como gatilhos mentais na comunicação da sua agência, é importante procurar formas de se diferenciar no turismo receptivo. Afinal, o sucesso de um negócio depende de vários fatores, inclusive de um bom atendimento, uma comunicação efetiva e uma boa organização dos processos de gestão.

Fique por dentro do mercado de turismo receptivo! Siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Twitter.

Posts relacionados

Deixe uma resposta